Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Combate à Covid-19
Início do conteúdo da página
Publicado: Quarta, 20 de Maio de 2020, 17h05 | Última atualização em Quarta, 10 de Junho de 2020, 18h12 | Acessos: 913

Projeto do Instituto Federal irá desenvolver tecnologias de combate à Covid-19 no Sul de Minas

Para auxiliar no enfrentamento da Covid-19 em hospitais da região, o Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), por meio do Campus Poços de Caldas, irá desenvolver tecnologias em prol dos profissionais da saúde, que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Entre as ações, está o desenvolvimento de autoclaves de ozônio, para descontaminação de equipamentos de proteção individual (EPI’s); rodos de luz ultravioleta (UV-C) e robôs UV-C autônomos e com inteligência artificial, para descontaminação de pisos hospitalares.

autoclave

O projeto com a iniciativa do IF, junto à Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PPPI), acaba de ser aprovado pelo Edital 01/2020 do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), que disponibilizará um recurso de R$ 259.825,41 para as ações. Intitulado "Desenvolvimento de tecnologias para descontaminação de ambientes e equipamentos de proteção individual como auxílio ao combate da Covid-19 no Sul de Minas", o projeto do IFSULDEMINAS foi aprovado em 10º lugar entre 96 outras ideias de Institutos Federais e CEFETs de todo o Brasil.

Com duração de quatro meses, o projeto será desenvolvido de junho a setembro de 2020. As atividades já começaram através da realização de estudos prévios e da aquisição de equipamentos e materiais. A equipe responsável pelo projeto é coordenada pelo Prof. Humberto Vargas Duque, do IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas, e formada pelos docentes: Douglas Donizeti de Castilho Braz (IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas); Juliano de Souza Caliari (IFSULDEMINAS - Campus Passos); João Francisco Malachias Marques (IFSULDEMINAS - Campus Três Corações); Rafael Felipe Coelho Neves (IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas); Rodrigo Lício Ortolan (IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas); Manoel Gustavo Petrucelli Homem (Departamento de Química da Universidade Federal de São Carlos – UFSCAR/SP) e pelo pesquisador Bruno Pereira de Oliveira (Instituto de Física de São Carlos da USP - IFSC). Entre outros voluntários, a execução do projeto contará ainda com a participação 05 Bolsistas de Apoio Técnico e 06 bolsistas de Iniciação Científica, que serão contratados.

As ações

Como forma de contribuir com a segurança dos agentes de saúde e dos ambientes de assistência e atendimento dedicados à Covid-19 no Sul de Minas, o projeto do IFSULDEMINAS irá desenvolver tecnologias em dois eixos: descontaminação de EPI’s e descontaminação de ambientes hospitalares. Serão produzidos e disponibilizados, a hospitais da região, 02 autoclaves para descontaminação de EPI’s sensíveis a agentes químicos úmidos e altas temperaturas, 40 rodos UV-C e 40 robôs UV-C autônomos (30 robôs autônomos e 10 autônomos com inteligência artificial), para descontaminação de pisos hospitalares.

rodos

O mecanismo de funcionamento das autoclaves envolve uma combinação de gás ozônio (O3) e vácuo, combinação capaz de descontaminar os EPI’s. Já os rodos e robôs utilizarão a luz ultravioleta na região de 200-300nm, conhecida como UV-C, para eliminar uma possível incidência do novo coronavírus nos pisos hospitalares. As autoclaves e os rodos serão baseados nos modelos desenvolvidos pelo Centro de Pesquisa em Ótica e Fotônica (CEPOF) do Instituto de Física de São Carlos da USP (IFSC).

“Com estes produtos, espera-se impactar positivamente na diminuição de casos de infecção pelo novo coronavírus nos serviços de saúde e otimizar o uso das máscaras pelo processo de descontaminação, contribuindo para suprir a falta de oferta de EPI´s no mercado e para a redução dos custos com as compras desses materiais. Tais ações irão interferir diretamente na garantia de mais segurança para os profissionais de saúde, bem como para os procedimentos por eles realizados, além de possibilitar maior economicidade, com a consequente diminuição dos gastos”, destacou o coordenador do projeto, o prof. Humberto Duque.

robôs

Com as autoclaves, serão montadas centrais de descontaminação de EPI’s nos campi do IFSULDEMINAS nas cidades de Poços de Caldas e Passos. Cada central terá capacidade para descontaminar, a cada duas horas, de 800 a 1000 máscaras N95, também chamadas de respiradores descartáveis de máscara facial (RDMF). A alta capacidade de descontaminação por parte dessas autoclaves poderá ajudar não só na descontaminação de máscaras, mas também de orotraqueais e tubos de respiradores mecânicos, instrumentação cirúrgica, tubos, jalecos, gorros, pastas, podendo atender organizações da segurança pública, que têm enfrentado a falta de máscaras, e organizações de atendimento ao público em geral.

Os rodos de descontaminação UVC e os robôs autônomos serão entregues aos hospitais e unidades de atendimento de Poços de Caldas, Passos, Pouso Alegre e Três Corações. A meta é que os rodos fiquem prontos para serem distribuídos já na segunda semana de junho. Os robôs e as autoclaves, por sua vez, deverão ser disponibilizados a partir de julho. As ações beneficiarão os hospitais que atualmente atendem os casos de Covid-19 na região, como a Santa Casa e Hospital de Campanha de Poços de Caldas, o Hospital Samuel Libânio de Pouso Alegre, a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital de Campanha de Passos, o Hospital São Sebastião e de Campanha de Três Corações.

Cenário nacional

Com o projeto, o IFSULDEMINAS acaba de dar mais um passo no auxílio aos profissionais de saúde, que estão na linha de frente do combate à Covid-19. As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), também conhecidas como infecções hospitalares, representam um grave problema de saúde pública mundial. No Brasil, estima-se que a prevalência de IRAS seja de 15% nos hospitais, o que decorre da associação entre os procedimentos realizados com às precárias condições de limpeza e desinfecção dos ambientes e Equipamentos de Proteção Individual (EPI's).

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, o cenário piorou. Segundo dados do Ministério da Saúde divulgados no dia 14/05/2020, o Brasil tem 31.790 profissionais de saúde infectados com o novo coronavírus. O número de trabalhadores com suspeita da Covid-19 já chega a 199.768. De acordo com o prof. Humberto, “o cenário de infecção acentuada de profissionais da saúde é causado pela escassez de EPI’s adequados, como as máscaras do tipo N95, sendo os agentes forçados ao reúso destas. Soma-se a isso o problema de infecções cruzadas causadas pelas superfícies e pisos hospitalares”.

IF na mídia

Confira o que a mídia tem noticiado sobre esse projeto do IFSULDEMINAS:

25/05/2020 IF Sul de Minas começa a desenvolver tecnologias para o combate ao novo coronavírus 2ª Edição do Jornal da EPTV

Imagens e informações: Prof. Humberto Duque
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Revisão e edição: ASCOM - Poços de Caldas
www.facebook.com/ifsuldeminaspocosdecaldas
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página