Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Eficiência Energética
Início do conteúdo da página
Publicado: Terça, 16 de Julho de 2019, 14h32 | Última atualização em Terça, 20 de Agosto de 2019, 16h49 | Acessos: 410

IFSULDEMINAS e DME comemoram resultados da primeira fase do Projeto “IF Solares”

Em reunião realizada no IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas no último dia 17 de junho, servidores do IF e da DME de Poços de Caldas comemoraram os resultados já obtidos com as ações do primeiro ano dos Programas de Eficiência Energética (PEE) e de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) desenvolvidas pelo projeto “IF Solares”. Do IFSULDEMINAS, participaram do encontro o reitor, professor Marcelo Bregagnoli; o diretor-geral do Campus Poços de Caldas, professor Thiago Caproni; o diretor de administração e planejamento, Luis Adriano Batista; o diretor da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento e Ensino de Machado (Fadema), professor Luciano Pereira Carvalho; e os professores coordenadores do projeto “IF Solares, Bruno Carmelito e Ezequiel Junio de Lima. Da DME, estiveram presentes: o presidente da DME Participações, José Carlos Vieira; o diretor-superintendente da DME Distribuição (DMED), Alexandre Afonso Postal; o coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e gerente de laboratório da DME Distribuição, Anderson Muniz; a assessora de meio ambiente da DME Distribuição e coordenadora do Programa de Eficiência Energética, Claudia de Souza; e a assessora de comunicação da DME Participações, Ariane Gomes.

IMG 2447copia

Os representantes do IFSULDEMINAS e da DME comemoram os resultados da primeira fase do projeto "IF Solares".

Contemplado com mais de R$ 1 milhão em recursos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) através da Chamada de Projeto Prioritário de Eficiência Energética e Estratégico de P&D nº 001/2016 e com início efetivo desde novembro de 2017, o projeto “IF Solares” já concluiu sua primeira fase, que envolveu as ações de Eficiência Energética (PEE). Nesta fase, os refletores dos postes e as lâmpadas fluorescentes dos prédios do IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas foram substituídos por outras 300 lâmpadas de LED, que são mais econômicas e menos danosas ao meio ambiente. Também foi instalada, no telhado da biblioteca do Campus, uma nova usina fotovoltaica, que passou a funcionar de maneira conjunta com a que foi implantada anteriormente através do projeto da reitoria “IF Solar”. Também foram colocados 12 medidores de energia em todo o Campus, tornando possível o monitoramento do consumo energético de cada prédio da instituição. A segunda fase do projeto “IF Solares” segue com as ações de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Para esta fase, o Laboratório de Eficiência Energética e Energias Renováveis (LEFEER) já encontra-se em pleno funcionamento, onde alunos e professores deram início às pesquisas. Também integra as ações de P&D a oferta de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), como o de Instalador de Sistemas Fotovoltaicos, que já formou três turmas (45 pessoas, no total) e agora prepara-se para iniciar a quarta. A estimativa da equipe é a de que o projeto de P&D dure, pelo menos, mais um ano.

A assessora de meio ambiente da DME Distribuição e coordenadora do Programa de Eficiência Energética, Claudia de Souza, explicou que as ações desenvolvidas dentro do Programa trará muitos ganhos a todos: “As lâmpadas fluorescentes contêm vapor de mercúrio e precisam ser descartadas de maneira diferenciada, em função de serem enquadradas como resíduo perigoso. Já as lâmpadas de LED são dispensadas desta destinação final adequada, retirando o mercúrio dessas lâmpadas. Do ponto de vista ambiental, também é interessante. A redução de consumo de energia demanda menos pressão para novos empreendimentos de geração. Todo empreendimento de geração causa impacto ambiental e essa redução vai demandar menos investimentos, um uso racional e mais eficiente”. A assessora salientou ainda que a parceria com o IF na execução do projeto foi muito importante e produtiva: “estabelecemos essa parceria e os resultados foram muito bons. A gente gostou muito da atuação dos coordenadores e da FADEMA, que deu o apoio e coordenou as aquisições necessárias para a implementação do projeto”.

O coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da DME, Anderson Muniz, explica que, com a instalação da nova usina fotovoltaica no Campus Poços de Caldas, a parte de Eficiência Energética do projeto está encerrada e, a partir de agora, será dado prosseguimento, de maneira mais efetiva, à parte de pesquisa: “agora, a gente vai fazer pesquisa sobre a injeção de energia na rede da DME. Agora vocês geram energia aqui no IF. O que essa geração impacta na qualidade da energia da DME? É um estudo interessante para a gente poder usar nos outros projetos fotovoltaicos que tivermos na cidade”. Sobre a parceria com o IF, também fez muitos elogios: “a participação do IF neste projeto está sendo bem interessante. O pessoal é bem empenhado”.

IMG 2471

O telhado da biblioteca do Campus Poços abriga a usina fotovoltaica contemplada pelo "IF Solares".

O professor Bruno Carmelito, um dos coordenadores do projeto “IF Solares”, falou que as medidas de Eficiência Energética possibilitaram uma redução de 40% no consumo de energia do Campus, retornando em valores para serem utilizados em demandas de outros setores da instituição. O outro professor coordenador do projeto, Ezequiel Junio de Lima, disse que a nova usina fotovoltaica instalada na biblioteca juntamente com a antiga (que foi implantada através do projeto da reitoria “IF Solar”) formam a maior usina fotovoltaica de Poços de Caldas, com a produção de 88 kWp. “A gente equipou todo o Instituto com esse primeiro ano de projeto. Agora já estamos no 22º mês; são 36 meses, ao todo. Começamos a parte de pesquisa mesmo, onde a gente vai estudar basicamente todo o efeito dessa instalação fotovoltaica na rede da DME. Por enquanto, são poucas instalações, mas a projeção nossa é que isso se expanda para toda a cidade e, quando isso acontecer, podem existir vários problemas técnicos que a DME precisa estar atenta, para não deteriorar a própria rede dela. Então, os limites de instalação, a parte de proteção da rede, a parte de proteção dos consumidores, a qualidade da energia; são vários parâmetros técnicos que o nosso projeto vai estar avaliando, para a DME ter isso de antemão e já estar preparada para quando isso começar a crescer”, esclareceu. Na condução das pesquisas, o docente apontou que já estiveram envolvidos diretamente oito alunos bolsistas de iniciação científica, que estão desenvolvendo protótipos e ensaios.

Para o reitor do IFSULDEMINAS, o professor Marcelo Bregagnoli, o projeto “IF Solares” reforça a marca “Poços de Caldas” nacionalmente. “A gente tem que puxar todo mundo para a temática. O projeto não para por aqui. Agora vem a parte da gente estar socializando essas informações. Tendo a DME e a prefeitura como parceiras, a gente tem tudo para ser exemplo. Os índices são muito bons e, lógico, o nosso maior objetivo é a questão didática. Já é um sucesso, mas podemos efetivar ainda mais, para sermos um modelo, uma referência”, frisou. O diretor-geral do Campus Poços de Caldas, professor Thiago Caproni, agradeceu o apoio da reitoria, da Fadema e da DME para tornar o projeto “IF Solares” uma realidade e destacou o fato de que o IFSULDEMINAS está em 6º lugar no ranking das instituições de ensino mais sustentáveis do Brasil. Citou ainda que instituições, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Poços de Caldas e a Santa Casa de Caldas, procuraram o IF para montar um projeto e buscar parcerias para a instalação de energia fotovoltaica em suas unidades.

IMG 1722

Bolsistas do "IF Solares" desenvolvem pesquisas no Laboratório de Eficiência Energética e Energias Renováveis (LEFEER).

O “IF Solares”

A proposta do projeto “IF Solares” envolveu uma equipe de professores do Campus Poços de Caldas: Ezequiel Junio de Lima, Bruno Eduardo Carmelito, Diógenes Rodovalho, Douglas Castilho Braz, Rafael Coelho Neves, Rodrigo Ortolan, Thiago Caproni Tavares e Yull Heilordt Roa. A iniciativa teve apoio da Reitoria do Instituto, especificamente das Pró-Reitorias de Desenvolvimento Institucional e de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação. A DME de Poços de Caldas atua como financiadora e fiscalizadora do projeto. Os recursos são geridos com auxílio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento e Ensino de Machado (Fadema).

Da DME de Poços de Caldas, participam diretamente da execução do projeto o gerente de P&D, Anderson Muniz, a coordenadora do Programa de Eficiência Energética (PEE), Cláudia de Souza, e os eletricistas de Instalação II, Anderson Elias Couto e Thiago Miglioranzi Volpe. Além de todas as ativades já mencionadas, o projeto prevê ainda a publicação de relatórios, livros, artigos científicos em revistas, guias, manuais e demais publicações que contribuam com a replicabilidade das ações de Eficiência Energética e de Pesquisa e Desenvolvimento.

Fotos da reunião entre os representantes do IFSULDEMINAS e da DME

Fotos da terceira turma do curso FIC de Instalador de Sistemas Fotovoltaicos

Fotos do Laboratório de Eficiência Energética e Energias Renováveis (LEFEER)

ASCOM - Poços de Caldas
www.facebook.com/ifsuldeminaspocosdecaldas
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fale conosco: 3697-4974
registrado em:
Fim do conteúdo da página