Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Publicado: Quarta, 21 de Agosto de 2019, 16h34 | Última atualização em Quarta, 28 de Agosto de 2019, 17h58 | Acessos: 628

Campus dá início às aulas da segunda turma do mestrado em Educação Profissional e Tecnológica

Na manhã do último dia 05 de agosto, iniciaram suas aulas 22 novos alunos do Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica, mestrado profissional ofertado no IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas. Os novos mestrandos foram selecionados no último processo seletivo realizado em rede nacional. Metade da turma é composta por representantes da comunidade externa e a outra metade é formada por servidores do IF. A mesa de abertura das atividades do curso contou com a presença do pró-reitor de Extensão do IFSULDEMINAS, professor Cleber Avila Barbosa; da diretora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IF, professora Cristina Lúcia Janini Lopes; do coordenador de pós-graduação do Instituto, professor Alexandre Thomé Almeida; do diretor-geral do Campus Poços de Caldas, professor Thiago Caproni Tavares; do diretor de desenvolvimento educacional do Campus, professor Mateus dos Santos; do coordenador de pesquisa, pós-graduação e inovação do Campus e coordenador-adjunto do mestrado, professor Rafael Coelho Neves; e da coordenadora acadêmica local do mestrado, professora Lorena Temponi Boechat.

IMG 20190805 WA0005

A nova turma do mestrado é formada por diferentes profissionais da educação formal e não formal.

O pró-reitor Cleber Avila desejou as boas-vindas aos novos mestrandos e destacou a importância do mestrado em rede: “iniciativas como essa do mestrado, que é em rede, fortalece o espírito de rede e fortalece a formação dos servidores; é algo que nós temos que trabalhar cada vez mais. Quero desejar a todos vocês sucesso nessa empreitada e contem conosco”. A diretora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IF, professora Cristina Lopes falou sobre o diferencial dos mestrados profissionais: “quando a gente olha a educação e consegue atrelar, amarrar a ela uma tecnologia, a gente vai permitir que os alunos hoje possam também vivenciar essa nova forma de ver o mundo. O mestrado profissional precisa ter esse olhar: como é que nós podemos dentro desse estudo, conseguir construir algo que os alunos e a escola pública possam usufruir. Nós precisamos permitir isso aos nossos alunos”.

O diretor-geral do Campus Poços de Caldas, professor Thiago Caproni parabenizou todos os novos mestrandos e mencionou algumas experiências exitosas do IFSULDEMINAS. Comentou que o número de matrículas no Campus Poços cresce a cada ano, totalizando cerca de 1500 alunos em 2019, entre regulares e dos cursos FIC. Explicou ainda que o IF, mesmo sendo uma das instituições da rede com menor custo por aluno, consegue manter uma grande estrutura e a alimentação dos alunos dos cursos integrados ao ensino médio. E, para os mestrandos e orientadores, deixou seus votos de sucesso frente aos futuros desafios: “vocês, alunos e orientadores, têm um desafio muito grande nos próximos dois anos de mestrado, propondo tecnologias, ferramentas, e metodologias para que a gente enfrente essa mudança e dinamicidade que tem o mudo de hoje, frente a toda essa revolução tecnológica que nós estamos vivendo. O mundo tem se transformado e, cada vez mais, as tecnologias estão mudando tudo, como as nossas relações e o mundo do trabalho. E a escola não vai ficar a par disso. A educação também vai ter que se adaptar”.

IMG 5040

A aula inaugural do mestrado contou a presença de representantes da reitoria e do Campus Poços.

O coordenador de pesquisa, pós-graduação e inovação do Campus Poços e coordenador-adjunto do mestrado, professor Rafael Coelho, declarou que a pesquisa no IFSULDEMINAS vem crescendo: “esse mestrado foi o segundo mestrado do IFSULDEMINAS. Então, vocês estão na vanguarda da pesquisa da nossa instituição. Apesar de todas as adversidades orçamentárias, a pesquisa no Campus Poços e no IFSULDEMINAS como um todo está em constante crescimento”. Rafael salientou ainda que o mestrado no Campus já está rendendo frutos, tendo em vista que os alunos da primeira turma estão auxiliando os docentes da instituição na reestruturação dos currículos dos cursos integrados.

Encerrando a mesa de abertura, a professora Lorena Temponi Boechat, enquanto coordenadora do mestrado, falou sobre a dinâmica do curso, apresentando as disciplinas ofertadas e os processos até a obtenção do título. Explicou que o mestrado é um curso semipresencial ofertado em rede pelas instituições que compõem a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica. Esclareceu que os mestrados profissionais, por serem diferentes dos mestrados acadêmicos, têm como foco a aplicação do conhecimento, ou seja, a pesquisa aplicada e o desenvolvimento de produtos e processos educacionais que sejam implementados em condições reais de ensino. Frisou que os mestrados profissionais destinam-se principalmente aos professores da educação básica e aos diferentes profissionais da educação formal ou não formal, nos diferentes campos do conhecimento.

Depoimentos dos mestrandos

A aula inaugural do dia 06 de agosto foi uma oportunidade para os discentes conhecerem os colegas, os professores e a dinâmica do curso. No período da tarde, os novos mestrandos fizeram um passeio pelas instalações do Campus Poços de Caldas, conhecendo os laboratórios, os setores e a biblioteca da instituição. Em seguida, assistiram a uma webconferência com a coordenação nacional do Programa e com a prof.ª Maria Ciavatta, da Universidade Federal Fluminense (UFF), que falou sobre os "desafios da educação profissional no século XXI".

20190805 132401

Os mestrandos conheceram as instalações e laboratórios do Campus Poços de Caldas.

O professor de Geografia da E. E. João de Souza Gonçalves (Botelhos/MG), Warllen Torres Nannini, que já foi aluno da primeira turma do curso Técnico em Meio Ambiente e da primeira turma do curso de Licenciatura em Geografia, agora retorna ao Campus Poços de Caldas como um dos alunos da turma 2019 do Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica. “Eu estou muito feliz de, mais uma vez, estar estudando no IF de Poços de Caldas, porque é uma instituição que está muito preocupada com a formação do ser humano em seu sentido integral. Ela não dá uma assistência para o aluno apenas no sentido de conhecimento. Ela dá uma assistência para o aluno em todos os quesitos. E também é uma instituição que está diretamente ligada à sociedade com diversos projetos de extensão e com o oferecimento de cursos que a sociedade pode acessar. Estou muito empolgado com o mestrado, porque é de fundamental importância a educação, não só para o nosso país como para a humanidade inteira”, afirmou.

No mestrado, também tem gente que veio de longe para cursar as disciplinas presenciais. É o caso da Thaís Cardoso Galvão, que mora no bairro do Limão, na zona norte da cidade de São Paulo. Para chegar a tempo para as aulas da segunda-feira, ela encara mais de quatro horas de ônibus até Poços de Caldas. Mas a professora e coordenadora do curso de Comunicação Visual do Centro Paula Sousa em SP diz que todo o esforço vale a pena. “Eu me interessei pelo mestrado no IF de Poços de Caldas por conta da própria linha de pesquisa e principalmente por conta da produção do produto educacional. Quando eu decidi participar do processo seletivo do mestrado aqui do IF, eu fiquei muito feliz com o próprio material de estudo que caiu na avaliação, porque eu fiz uma leitura muito mais humana do mercado de trabalho. Eu acho que o IF faz uma leitura mais humana do mercado de trabalho, que não é apenas uma entrega de profissionais. Como sou coordenadora de curso, pretendo trabalhar na linha de formação de formadores ou na linha da interdisciplinaridade, que ainda é uma grande interrogação dentro da capacitação tecnológica”, mencionou Thaís.

O Mestrado

O Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica do IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas tem como objetivo proporcionar uma formação que habilite os egressos a desenvolverem atividades de pesquisa e ensino, voltadas para a educação profissional e tecnológica em espaços formais e não formais. O Programa também busca capacitar os alunos para o desenvolvimento de soluções tecnológicas que possam contribuir para a melhoria do ensino.
O Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) propõe a oferta de Mestrado Profissional em rede em 18 instituições de todo o Brasil. São 401 vagas na modalidade semipresencial, sendo metade reservada a servidores de Institutos Federais, Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets) e do Colégio Pedro II. Idealizado pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), o ProfEPT é coordenado pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

No IFSULDEMINAS, o mestrado é ofertado no Campus Poços de Caldas. Para mais informações, acesse: https://portal.pcs.ifsuldeminas.edu.br/especializacoes/pos-graduacao-stricto-sensu/mestrado-em-educacao-profissional-e-tecnologica OU http://profept.ifes.edu.br/

Confira as fotos da aula inaugural da turma 2019!

ASCOM - Poços de Caldas
www.facebook.com/ifsuldeminaspocosdecaldas
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fale conosco: 3697-4974
Fim do conteúdo da página